quarta-feira, 1 de julho de 2009

Depoimentos

Alguns depoimentos de pessoas falando como foi a descoberta do toc em suas vidas:


"desde criança sempre tive um comportamento esquisito, que achava ser manias e supertições, já sabia que tinha uma doença como o toc mas nunca percebi que era comigo pois os sintomas "classicos" que a midia coloca , como lavar muito as mãos e ter banhos longos eu nunca tive, então isso atrasou demais a minha descoberta até que um dia por acaso peguei na rua um exemplar do metronews (jornal gratuito distribuido nas estações de metro de sp) e vi os exemplos se encaixavam comigo.
talvez se não fosse esse jornal eu acabaria descobrindo de um jeito ou de outro pois hoje se fala muito de toc, mais ia atrasar mais. "

" eu pensava q as minhas varias manias eram normais
ateh q vendo uma entrevista no rjtv vi q varios daqueles simtomas batiam com a minha situação
ateh entao nao havia percebido o quanto essas "manias" atrasavam a minha vida "

"Na sala do psiquiatra.
Meu maior erro foi não ter me aberto o suficiente durante a triagem para falar sobre a minha real personalidade que tentei camuflar de diversas maneiras...o que só complicou meu diagnóstico (aliás, parte dele).
Na verdade eu sabia que existia esse transtorno, só não sabia que os pensamentos persistentes que eu tinha também eram um dos sintomas do TOC...por conta disso não acreditei "cegamente" no diagnóstico, nem o levei muito "a sério" pq os outros sintomas que eu tinha não batiam com o TOC. Mesmo assim iniciei o tratamento mas continuei procurando (por contra própria) algum outro transtorno com o qual eu me identificasse e se encaixasse com os demais sintomas.
E hoje, depois de finalmente ter desabafado coisas sobre a minha verdadeira personalidade (demorou!!), vejo que é iminente mais um novo transtorno, só que de personalidade...teria poupado meu tempo se eu tivese sido sincera não só com a equipe mas, principalmente, comigo mesma, desde o primeiro dia!"

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=278850

63 comentários:

  1. Adorei esse artigo, realmente é muito difícil para as pessoas assumirem que tem o toc, eu também sempre quis ocultar, só aprendi a lidar com isso quando soube que outras pessoas também tinham e que eu não precisava me envergonhar, pelo contrário deveria buscar tratamento.

    ResponderExcluir
  2. Estou sofrendo com o medo de procurar um médico a mais de 3 anos.
    Tenho medo e principalmente vergonha de ter TOC e vivo muito infeliz.
    Não posso contar com ninguém, pois não imagino como alguém pode entender uma coisa tão estranha.
    sofro muito, pois tenho medo que as pessoas riam de mim e me chamem de maluca, temo ser vítma de preconseitos além dos meus.

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma ansiedade enorme, me sinto incapaz de virar a página da minha vida, sou completamente infeliz em meu casamento pois acho que meu marido não é sincero comigo, acredito que não o amo mais,mas não tenho coragem de deixa-lo,será que isso é TOC?

    ResponderExcluir
  4. Tenho essa doença horrivel ha muito tempo hoje tenho 23 anos lembro que comecei a manifesta toc muito nova...Lembro que na escola tinha que fica repetindo na minha mente uma conta sempre,isso me dava alivio pois desse jeito imaginava que sempre iria bem na escola.Lembro que muito nova acho que com uns 11 anos quando eu me olhava no espelho antes de sair da frente dele tinha que cantar uma música...Todos os dias leio depoimentos de pessoas,to sem forças choro todo dia,não procurei ajuda por vergonha,tentei conta para duas pessoas,mas quem não tem toc não entende mto bem e nem eu consigo explica...Penso tbm nos efeitos colaterais dos remedios,engorda,perda do libido etc...quero fica boa mas tenho vergonha de procurar ajuda pois todo mundo vai ficar sabendo o que tenho,mas do jeito que ta não da não consigo nem disfarça as vezes.Até para posta esse comentario ta dificil pois quando to mexendo na intenet acho que pode acontecer algo de ruim com meu relacionamento de mais de dois anos,penso que to mentindo pra ele...sei que é besteira,mais se não fizer meus rituais sinto falta de ar meu coração dispara e minhas pernas ficam moles,Chorei mto ao ler que uma caixinha de remedio para tratamento custa 100 reais,choro porq vou te que me abrir com minha familia porq como vou banca esse tratamento sozinha,alguém sabe de algum tratamento gratuito me ajude por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou apenas mais um dos que sofrem disso, eu sempre tive uma percepção de que eu fazia coisas anormais, mas só me dei conta de que estou realmente doente por que eu tomei a iniciativa de pesquisar coisas sobre a doença, é algo muito ruim, e eu estou assim como muitos tentando contar pra alguém, mas não encontro força pra isso, eu já tenho 16 anos e já tinha essas "manias" estranha desde pequeno e eu continuo sofrendo queto, sem coragem de contar isso a alguém>...

      Excluir
    2. Pra quem está no RJ,procure setor de psiquiatria da Sta Casa de Misericórdia,tel 2533-0118 ou 2221-4893 me tratei lá em 2004 era de graça...os medicamentos genéricos como fluoxetina(prozac)estão MUITO BARATOS, vá se cuidar, não se envergonhe, vc vai conseguir controlar o toc e será feliz como eu sou!tenho 52 anos, boa sorte a todos, vcs vão vencer!!!!!

      Excluir
    3. Vcs já vão ter um bom alívio lendo: VENCENDO O TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO:
      Manual da terapia cognitiva-comportamental para pacientes e terapeutas
      Aristides V. Cordioli

      Excluir
    4. Minha dica pra controlar as compulcoes sao:
      Deixe de fazer o que te da alivivio, e dificil mais tem que ter diciplina como tudo que almejamos na vida, pratica uma tecnica chamada de DCD ( duvidi, critrique e determine) duvidi de tudo que lhe negue vida, critique pensamentos negativos que fundamento tem, se e real, e determine nao fazer o que nao lhe faz bem, decida ser feliz, podemos decidir ser tristes alegres, nao e facil mas com determinacao e com tempo passa, e quando tiver passado procure nao se lembrar va em frente.

      Excluir
    5. oi eu tambem tenho toc e terrivel no meu caso chegou
      a um ponto que eu tinha dificuldade ate para andar pois era obrigado a fazer rituais a todo momento , procurei um pisquiatra e ele entendeu perfeitamente o meu caso e me resitou remedios que melhoraram serca de 60% do meu toc em duas semanas .
      eu acoselho a voce ir ao pisquiatra pois o toc sem tratamento dura a vida toda e so piora .
      sobre o remedio infelismente não esiste gratis mas voce presisa deses remedios e de um pisquiatra
      olha quem esta falando não e qualquer um é uma pessoa que tem toc .

      Excluir
  5. Minha terapeuta me disse pra procurar ver depoimentos sobre a doença, pois eu sei que tenho toc já faz um tempo, mas não é isso que trato com ela. Mas é interessante ler o que todos tem dizem, pois a gente vê como são situações criadas pela mente.
    Eu tenho 22 anos, sou do sexo feminino, e meu transtorno gira em torno de bons eventos da vida. Acabo repetindo certas ações todos os dias por acreditar que é somente devido a elas que coisas boas acontecem. Então um certo dia eu não tenho como repetir uma delas e mesmo assim meu dia é ótimo, as vezes ainda melhor, só que eu busco um outro ponto para me fixar e começa de novo. Isso me faz sentir muito sufocada, encapas de fazer o que quero mesmo, angustiada, presa e etc.
    Quero dizer aqui, para quem ler, que meu nível pelo visto é um pouco menos "forte" que muitos que li, mas que entendo perfeitamente tudo que dizem. E o que tenho para dizer, é que primeiro é preciso sim uma ajuda profissional, e se realmente quiserem vão buscar em algum lugar (postos, hospitais, amigos), pois isso não é vergonhoso, é uma questão que tentamos resolver. E em segundo, que eu não "sou livre disso tudo", mas tenho coincidência que É tudo de nossa mente. Tentem abstrair a questão, se pensarem no medo realizem que de fato não é real, se não ninguém viveria de outra forma.
    A vida segue para todos, e nós que temos o controle de mudar isso, de sermos donos de nossas vontades, e maiores que nossos medos.

    ResponderExcluir
  6. Tenho 15 anos e me auto-diagnostiquei com toc aos 12 anos.Hoje eu tenho a explicação de coisas absurdas que eu fazia quando criança,como ficar um longo período de tempo contando os dedos da minha mão ou demorar horas fechando e abrindo gavetas e portas,parando apenas quando eu me sentisse bem.Hoje eu tenho pensamentos absurdos e me sinto muito culpado por pensá-los.Um período muito difícil para mim,foi aos 10 anos,quando eu era o líder da 4ªsérie.Certa vez tive que indicar o aluno mais bagunceiro da classe.Depois da indicação,fiquei com muito medo que ele me batesse,cheguei a chorar,pensei em matar aula no outro dia,porém era apenas delírio da minha cabeça,nada aconteceu.Nesse mesmo ano,eu ficava cerca de 2 ou 3 dias sem tomar banho,pois eu demorava quase 2 horas para sair do banheiro.Minha mãe batia na porta do banheiro desesperada,mal ela sabia que o desesperado ali era eu.Atualmente,eu estou arranjando coragem para falar isso para alguém.

    ResponderExcluir
  7. TOC- Tenho 42 anos, o meu erro até hoje foi tentar achar a cura para isso, fiz tratamento com psiquiatra, psicologo, medicina alternativa, procurei centro espirita, enfim tudo que vocês imaginam. De medicamentos tomei quase todos, o que na verdade são apenas para mascarar o seu problema. A cura está em você, tem que ter força de vontade e pagar um preço caro por isso, tem que deixar o pensamento entrar e ir embora. Estou tentando, ainda não consegui, a coisa é mais séria do que pensamos, se não tivermos fé e uma cabeça boa nos leva a pensar bobagens, é nessa hora que precisamos de alguém para desabafar. Boa sorte pra todos.

    ResponderExcluir
  8. anonimo disse;

    ola amigos sou do sexo masculino e tambem tenho toc descobrir ha uns 5 anos atras. hoje tenho 26 anos. no comerço nao foi facil por falta de informaçao eu pensei que estava ficando louco era uma angustia so nem se quer coseguia dormir direito por causa dos pessamentos maus e horriveis me sentia um mostro isso sem fala nos rituais que tinha de fazer todos os dias , hoje apos o tratamento estou ciente do probrema e estou tomando a medicaçao me sinto melhor graça a deus! quero fala para aqueles que tem esse poblema para nao se desisperar primeira coisa se apeque muito com deus e confie nele e jamais o abodone ele vai cuida de vc e depois procure um medico pesquiatra esse foi o que eu fiz e graça a deus esta dando cento, todos os amigos e amigas que tem esse poblema nao reclame nao mais o enfrente pois e lutando que se vence.a paz de jesus e o amor da virgem maria esteja nos seus coraçoes e em suas mentes hoje e sempre amem!!!!

    ResponderExcluir
  9. tenho toc preciso de ajuda responda para mim e deixe su saite ou msn para que eu possa conversar com alquem que tenha toc para um ajuda o outro ai fica mais facil de sair.

    ResponderExcluir
  10. tenho toc des de nova,nao sabia o que era e assim vivia.So agora com 18 tive conhecimento.Em casa meus irmaos falavam que eu era doida.Antes de dormi eu resava...mas só podia dormi depois de reza 30 vezes,as vezes era tanto sono que nem sabia mais o que tava falando...mas fazia mais raiva guando perdia a conta;puts! tinha que ser trinta veses...graças a Deus parei com isso.MAS vieram coisas diferente cada periodo mudava...hoje em dia tenho compulsao por numeros pequenos como 4.Mas depende so deixo de fazer guando me sinto bem...É muito dificil e so que tem sabe,nao e apenas ter força de vontade! Voce tenta deixar de fazer,mas na mesma hora vem na sua cabeça que se voce nao fiser algo vai acontecer de muito ruim.É tao ruim,que o que seria da cabeça da gente se alguem que voce ama morrese e voce achar que essa pessoa so se foi por que voce deixou de fazer algo.Puriso acho que nunca vou consegui largar,as veses o toc me faz raiva,mas vivo bem ja acostumei...Acho que muita gente nunca percebeu isso,sou discreta.Meu namorado nem percebia guando beijava ele umas 4,8 veses so percebe agora porque contei pra ele...so ele sabe,minha familia acha que eu so doida mesmo. Acho que so largo isso se Deus interceder por mim ou perde a memoria.TEM OUTRA COISA...a pouco tempo comesei a preocupar muito com o futuro,doenças,morte que tomam conta da minha cabeça comecei a sofre presipitadamente...O toc eu me acostumei como disse;mas isso ta muito dificil pra suportar e isso ta tornando minha vida infeliz.Fazer o que só Deus mesmo!

    ResponderExcluir
  11. Se pode ajudar vcs, tenho TOC desde os 15 anos, hoje com 27 luto contra ele bravamente. Parei de tomar remedio por duas vezes, sem falar com meu medico e de uma só vez sem diminuir doses etc... Deixo um alerta! NAO DEIXE DE TOMAR REMEDIO POR CONTA PROPRIA, o efeito rebote é muito grande. Hoje mesmo estou com fobia social, medo de sair pelas ruas e medo de enfrentar o futuro. Entendo que isso seja dificil, pois tudo que foge do meu controle me causa medo. Ao mesmo tempo que penso que tenho que tocar minha vida, e me preocupar apenas quando necessario. Desejo força a todos nós!!!

    ResponderExcluir
  12. esqueci de deejar, Que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
  13. tenho toc a quase 10 anos.me sinto um inútil,com manias absurdas e pensamentas que me tiram a paz.quero muito falar isso para alguem ou procurar uma ajuda psiquiatra ou ate espiritual(seja la o que for).cada dia que passa novos medos surgem e novas angústias me tiram o pouco de felicidade que tenho.e o que me deixa com mais raiva é que parece que eu gosto de sofrer,pois não tenho coragem de tratar.o que eu faço?SOCORRO!!!pelo amor de Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sofro de toc também e ajuda espiritual ajuda a explicar um pouco do que sofremos,mas é necessário um bom orientador,e o tratamento médico é fundamental.

      Excluir
  14. desejo força a quem sofre de toc assim como.acredite você não é o único.então,se ao contrario de mim você tem coragem procure tratamento o quanto antes.que Deus nos ajude!

    ResponderExcluir
  15. Olá, a todos os amigos que sofrem deste problema, que afeta cerca de 2 a 3% da população mundial.
    Quando criança tinha tiques nervosos, como era pequeno e leigo achava que eram apenas manias normais em crianças.Minha pré adolescência foi normal não tinha tiques e era uma pessoa feliz.
    Aos 14 anos começei a frequentar igrejas evangélicas e me sentia muito bem achava que tinha encontrado meu caminho.Mas com o tempo fui bombardeado de informações que me deixaram na duvida, e aquilo me causou um grande desconforto. Nessa mesma idade minha cabeça era repleta de pensamentos, que eu descrevia como pensamentos ruins.Parei de frequentar a igreja devido a esses pensamentos e ao ritmo de vida que eu considerava indigno para um cristão de verdade.
    Com 16 anos de idade cameçei a ter crises de ansiedade e os pensamentos se intensificaram.Então muito preocupados meus pais me levaram a uma psicóloga. Só que essa psicologa era inexperiente e foi logo me dando o diagnostico sem ao menos me conhecer.Resumindo fiz o tratamento durante poucos meses e so piorava. Até que ir a psicóloga, ou a qualquer outro lugar, se tornou muito difícil pra mim.A ansiedade, ficou muito forte, e fiquei por 2 anos sem sair de casa, não saia praticamente sequer do meu quarto. Não tomava banho, não cortava o cabelo, não atendia o telefone estava vivendo num mundo paralélo onde meus unicos prazeres eram assistir tv, comer e dormir para esquecer os problemas.
    Então meus pais muito chateados com minha situação marcaram um bom psiquiatra, que custava caro mais era um profissional experiente e bem formada. Foi ai que descobri que realmente tinha toc e alem disso tinha tambem sindrome do pânico e TDAH. Ja tinha tomado remédios como rivotril, anafranil, diazepan, fenergan e outros. Passei a fazer um tratamento que meu psiquiatra garantiu ser no meu caso mais eficaz.Tratamento medicamentoso tambem, mais associado a terapia cognitiva comportamental (TCC). Com os remédios e força de vontade comecei a sair denovo e retomei minha vida. Hoje estou bem, claro não 100% curado, mas levando uma vida consideravelmente "normal".
    A todos que estão passando por isso, um conselho não espere os sintomas se intensificarem para procurar ajuda médica. Marque com um profissional experiente.E saiba apesar de ser uma doença encomoda, com tempo você cria gatilhos e aprende a lidar com ela.

    ResponderExcluir
  16. tenho toc e ainda proucuro ñ buscar tratamento sei que estou errada mas mesmo assim ainda recuso. Essa doença acaba com minha alto estima e é insuportavel!

    ResponderExcluir
  17. A cerca de dois meses descobri que sou portador
    de TOC, me auto diaginostiquei e tive a confirmação com pisquiatra.
    Ao constatar a doença percebi que ja portava desde de criança.Por volta de 8 anos eu tinha mania de lavar as mãos varias vezes não sei porque mas me dava alivio, encarei como uma simples mania.
    Ao decorrer do tempo passei a ter pensamentos
    repetitivos, e rituais repetitivos mas guardei para mim.
    Por volta dos 17 anos vi uma imagen de uma santa, então veio um penssamento ivoluntario da mesma nua e depois praticar de sexo.Essa foi uma das piores crises, pois por mais que eu evitasse o penssamento tornava-se mais constante, e isso me fazia sentir uma enorme culpa e angustia.As vezes quando fazia algum gesto e o penssamento vinha o repetia tentando pensar em outra coisa, não conseguia dormir etc.
    Essa crise durou por cerca de 8 meses até que foi passando.
    Por volta dos 20 anos o transtorno voltou, mas dessa vez na forma de supertição;ficava imaginando que ia acontecer algo se eu visse uma gato preto, ou se ouvisse a palavra azar etc.
    Esse transtorno me acompanhou por cerca de 1 ano e foi se amenizando.
    Hoje tenho 24 anos e estou passando a pior crise que já tive, tenho penssamentos envasivos
    de santos praticando orgias ,cenas obssenas com Jesus na cruz, santidades praticando sexo com animais e demonios, esses penssamentos me torturam 24 horas por dia, ja chegei a passar 2 dias sem dormir,e me sinto como se fosse o pior ser humano da terra.As vezes quando a crise aumenta tenho penssamentos continuos de suícidio
    como se fosse a uníca solução.
    Fui a igreja, centro espirita mas sem resultados significativos, até que se tornou tão insuportavel que procurei um pisquiatra,
    hoje ja faz um mês que medico com anafranil, e clonazepan,minha vida voltou um pouco ao normal
    vou procurar piscoterapia e espero ser como antes, acordar um dia sem toc....
    (Foi bom desabafar e saber que não sou o unico
    obrigado.........)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... sei que já faz um tempinho esse teu comentário mas é a primeira vez que o leio. Você descreveu nele perfeitamente tudo o que ocorre comigo e que até hoje eu nunca tive coragem de falar pra ninguém. E embora eu mesma não consiga me perdoar por essas coisas e me consolar, acredito que qualquer ajuda que eu puder dar servirá. Então eu tenho uma matéria aqui comigo que diz assim:
      Alívio de obsessões e compulsões
      Se você sofre de DOC, não pense que você é diferente ou, talvez, que esteja ficando demente. “À exceção de seus temores específicos”, escreve o Dr. Lee Baer, “os portadores de DOC permanecem em contato com a realidade em todos os outros aspectos de suas vidas”. Você pode ser ajudado! Lembre-se, o DOC é produto da imperfeição. Não é sinal de fraqueza moral nem de fracasso espiritual! Tampouco é indicativo do desfavor de Deus. “Jeová é misericordioso e clemente, vagaroso em irar-se e abundante em benevolência. Porque ele mesmo conhece bem a nossa formação, lembra-se de que somos pó.” — Salmo 103:8, 14.
      Mas que dizer se os pensamentos obsessivos parecerem irreverentes ou blasfemos? No caso do DOC, os pensamentos repulsivos alimentam a culpa, e a culpa talvez alimente até mesmo mais pensamentos repulsivos. “Fico muito irritada”, diz Elaine. “Fico tensa e me sinto mal — sempre imaginando que Jeová possa estar irado comigo.” Alguns chegam a pensar que seus pensamentos equivalem ao pecado imperdoável!
      Contudo, as observações de Jesus a respeito do pecado imperdoável, o pecado contra o espírito santo de Deus, obviamente não se referiam a pensamentos irrefletidos, obsessivos. (Mateus 12:31, 32) Jesus falou aos fariseus. Ele sabia que os ataques deles eram totalmente intencionais. As ações deliberadas deles emanavam de corações cheios de ódio.
      Realmente, o fato de a pessoa achar que talvez tenha desagradado a Deus pode muito bem ser evidência de que ela não cometeu um pecado imperdoável. (Isaías 66:2) Além do mais, é animador saber que o Criador entende esse distúrbio. Ele é misericordioso e “pronto a perdoar”. (Salmo 86:5; 2 Pedro 3:9) Mesmo quando o nosso próprio coração nos condena, “Deus é maior do que os nossos corações e ele sabe todas as coisas”. (1 João 3:20) Ele sabe até que ponto os pensamentos e os impulsos resultam de uma disfunção sobre a qual a pessoa tem controle limitado. A vítima de DOC ciente disso pode assim evitar atormentar-se com culpa indevida.
      Quão gratos podemos ser de que Jeová promete um novo mundo em que haverá alívio de todas as aflições físicas, mentais e emocionais! (Revelação [Apocalipse] 21:1-4) No ínterim, os que são obrigados a suportar esse distúrbio podem tomar medidas práticas para aliviar o seu sofrimento.
      Espero que sirva de ajuda!! Um abraço! =)

      Excluir
  18. Tenho 16 anos e desde os 8 anos por ai sofro de toc. Comecei quando começava a pergntar as minhas primas se eu iria pro céu, e se elas não me respondesse que SIM, eu já ficava paranóica.Então chegou um dia que minha prima frescando comigo falou qe não iria pro céu e perguntei a minha mãe e ela disse: Claro minha filha , claro que você vai que pergunta é esse!. Tudo bem os anos foram passando e as coisas só pioraram pra mim. Quando vou tomar banho e é dia de lavar o cabelo estrago xampu porque fico abrindo e fechando o pote e derramando xampu na minha mãe até eu achar que tá bom ou até eu me sentir bem, então com isso passo quase 2 horas no banho , começo a sentir frio, minhas pernas doem de tanto ficar em pé, meus dedos ficam engelhados. Se vou abrir um livro é toc. Se vou calçar o tênis pr colégio é toc, se vou abrir gavetas é toc, fechar tampa de panela, escovar os dentes, se levantar da cadeira ou da cama, até mesmo digitar no teclado como agora estou. Se vou abrir orkut colco o e-mail duas vezes e coloc novamente.Vestir roupa,fechar portas, janelas,até falar algumas coisas tenho que gaguejar porque se não fizer isso acho que irá acontecer alguma de ruim comigo.E outras coisas.. que são muitas. Já me machuquei porque passei correndo ou pulando por causa do toc, já chorei muitas vezes por causa disso e só uma pessoa sabe que tenho isso uma amiga minha. Mais ela não sabe de tudo pois tenho vergonha de contar.Quando soube que várias pessoas sofriam disso fiquei aliviada pois pensava que eu era a única.Eu mesma me diagnostiquei sai procurando coisas referentes a esses sintomas , até pra escrever tenho toc, borro tudo as vezes, mais preciso disso nunca quis perguntar a ninguém , atualmente ainda convivo com isso e sei que ão cedo não vou parar, só quando ficr maior ou decidir falar pra alguém que me entenda de verdade. :/ obrgada.

    ResponderExcluir
  19. Minha filha tem toc. Descobrimos quando ela tinha 16 anos,nada melhorava a auto estima , se sentia
    inferiorizada e com isso, dormia dias e dias, sem
    vontade de acordar. Ela dizia que dormir a fazia
    esquecer, amenizar a dor da alma.
    Já fez varios tratamentos, retomou a vida, mas
    sente uma grande dificuldade de se concentrar nos
    estudos, recomeça inumeras os seus projetos de vida, sem nunca concluir nada.Nesse momento ela
    iniciou um novo tratamento, o psiquiatra modificou a medicação e vai começar uma terapia.
    Ela tem 25 anos, é uma menina linda, cheia de vida, mas não se ama e a doença chamada "doença da dúvida" se encarrega de cobrar um preço muito alto na vidinha dela.Mas Deus é maior e vai mostrar caminhos para uma cura total.

    ResponderExcluir
  20. Desde pequena me sentia estranha e diferente com pensamentos estranhos, mas somente aos 15 anos percebi que foi ficando muito dificil conviver com alguns pensamentos relacionados ao sexo, vontande de não sair de casa e nem estar com ninguem e uma tristeza profunda. O tempo passou eu me casei tiver três filhas, e aos 34 anos lendo uma reportagem no jornal descobri que eu tinha todos aqueles sintomas de toc. Me senti encorajada, falei com meu marido e fomos buscar ajuda de um psiquiatra. Comecei a fazer terapia, tomei anafranil fazia terapia comportamental, (que é fazer tudo aquilo que você não consegue fazer porque que tem medo).Foi muito dificil porque mesmo assim eu tinha vergonha de falar para a terapeuta tudo que eu sentia.Mas com o tempo consegui ir me abrindo e fui melhorando.Quando me sentia fortalecida parava de tomar o remedio então eu piorava, fiz isso por 02 vezes. Hoje aos 50 anos, posso dizer, nunca parem de tomar o remedio sem a autorização médica, porque quando vc para o efeito é rebote e você fica pior.De verdade hoje não paro mas o remedio, continuo a fazer terapia, e estou muito bem. Sei que é muito dificil é terrivel, só quem tem sabe.. é uma dor insuportavél, mas passa, tudo passa depois que você consegue entender a doença e aceita-la. Boa sorte a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a retirada da medicacao nao deve ser feita a nao ser que o medico libere , pois todas as vezes que parei de toma fiquei bem so durante uns 2 meses e depois voltei a ficar muito mal e ai voltando a tomar a medicacao demorou mais para sentir novamente o efeito da medicacao e eu vou falar nunca sofri tanto quanto as vezes que isso aconteceu, estou passando uma dessas fases esperando a medicacao fazer novamente o efeito desejado e e muito dificil, espero somente em Deus pois ele e poderoso para nos ajudar a suportar e vencer sobre este mal , nao desistam continuem e sera vencedor.

      Excluir
  21. ola tenho toc , tenho quase todos estes simtomas acima , mais hoje oq mais me incomoda eos pensmenntos , pensamentos com minha esposa , como com quem ela ficou antes de mim , o que fez , se transou ou nao etc , nao consigo esquecer isso , e orrivel.......

    ResponderExcluir
  22. PARA MIM O TOC SURGE COM FRUSTRAÇÕES GERADAS NA INFÂNCIA, BRIGAS, SEPARAÇÕES,... QUESTÕES RELACIONADAS A FAMÍLIA. GERANDO ALTO GRAU DE ANSIEDADES, PODENDO ACOMPANHAR DE DEPRESSÃO OU OUTRAS PATOLOGIAS.CONHEÇO PESSOAS QUE QUANDO PASSAM POR ALGUM PERTUBAÇÃO FAMILIAR, QUESTÕES DE PREOCUPAÇÕES, DOENÇAS... O TOC PIORA.SÓ DEUS PODE CURAR NO TEMPO DELE. E PRECISAMOS PROCURAR O MÉDICO TAMBÉM, UM PSICOLOGO. NÃO SÓ REMÉDIO MAIS VERBALIZAR O QUE ESTÁ PASSANDO. A CURA VEM TAMBÉM DO VERBALIZAR, DESABAFAR.MEDO NÃO É SOLUÇÃO, REPRESSÃO, CULPA,...DEVE- SE FALAR COM A PESSOA CERTA, QUE ENTENDA. VOCÊ É FORTE, PARA SUPORTAR ISSO. E ATRAVÉS DE VOCÊ OUTRAS PESSOAS PODEM SER AJUDADAS. NADA É POR ACASO. A CADA DIA DE VERGONHA, DUPLA HONRA. ESPERO TER TE AJUDADO UM POUCO. LUCIANA M

    ResponderExcluir
  23. Meu sintomas:
    Tenho sempre muitas dúvidas, repetindo várias vezes a mesma tarefa ou pergunta para ter certeza de que não vou errar

    Preocupo-me demais com a ordem, o alinhamento ou simetria das coisas, e fico aflito(a) quando estão fora do lugar.

    • Necessito fazer coisas de forma repetida e sem sentido (tocar, repetir certos números, palavras ou frases).

    Sou muito supersticioso com números, cores, datas ou lugares.

    Necessito contar enquanto estou fazendo coisas.

    Realmente é muito ruim ter TOC, isso acaba com sua mente. E parece que não existe tratamento para isso, é uma coisa que meche mesmo com a pessoa.

    ResponderExcluir
  24. OLÁ,TUDO BEM COM VOCÊS?TAMBÉM TENHO TOC.HÁ 27 ANOS QUE TENHO ESSA DOENÇA,HOJE TENHO 37 ANOS,COMEÇOU LOGO APÓS A MORTE DE MEU PAI QUANDO EU TINHA 11 ANOS.FIZ TRATAMENTO QUANDO EU TINHA UNS 21 ANOS DE IDADE COM UM PSIQUIATRA E UM PSICÓLOGO.OS REMÉDIOS ME AJUDARAM BASTANTE,DERAM-ME EQUILIBRIO NA MINHA VIDA,PORÉM EM CONTRAPARTIDA ME CAUSAVAM MUITOS EFEITOS COLATERAIS.NA ÉPOCA EU TOMAVA ANFRANIL E FRONTAL,MAS NÃO ESTAVA MAIS AGUENTANDO TOMAR ESSES REMÉDIOS DEVIDO AOS EFEITOS COLATERAIS E ENTÃO DECIDI LUTAR SOZINHO,COM TODA A MINHA FORÇA DE VONTADE!PROCUREI SABER TUDO SOBRE ESTA DOENÇA EM LIVROS E NA INTERNET E PARTI PARA O COMBATE,PARTI PARA A GUERRA.SEI QUE É MUITO DÍFICIL VENCER O TOC,MAS NÃO É IMPOSSÍVEL!ESTOU LUTANDO,SORRINDO QUANDO SUPERO ALGUM SINTOMA DO TOC,PENSO COMIGO MEU DEUS QUANTA BOBAGEM,TUDO FRUTO DA MINHA IMAGINAÇÃO!!!ESTOU LUTANDO COM TODAS AS MINHAS FORÇAS CONTRA ESTA DOENÇA E SEI QUE VOU VENCER E ME CURAR DESTA DOENÇA.NÓS PORTADORES DE TOC NÃO PODEMOS DESISTIR NUNCA,TEMOS QUE ENFRENTAR DE FRENTE O TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO,EMBORA QUE A ANSIEDADE E AFLIAÇÃO NOS ATORMENTE,PORÉM, NÃO CEDA,NÃO CEDA A ESTA DOENÇA E AOS SEUS RITUAIS E MANIAS,SEI QUE É MUITO DIFÍCIL,MAS NÃO DESISTA,POIS QUANDO VOCÊ VENCER ALGUMA DAS MANIAS DO TOC,QUANDO A ANSIEDADE E A AFLIÇÃO PASSAM,VOCÊ PASSA A SORRIR,PENSANDO MEU DEUS MAIS QUANTA BOBAGEM,QUANTA BESTEIRA.TENTE SUPERAR PELO MENOS UM DOS RITUAIS DO TOC POR MAIS DIFÍCIL QUE SEJA E VOCÊ VAI COMPROVAR QUE EU ESTOU ABSOLUTAMENTE CERTO!!!AQUI VAI ALGUNS LEMBRETES QUE IRÃO LHES DAR BASTANTE FORÇA PARA COMBATER ESTA DOENÇA:POR MAIS DIFÍCIL QUE POSSA PARECER RESISTA SEMPRE AOS RITUAIS/ENFRENTE TUDO AQUILO QUE VOCÊ EVITA E NÃO FAÇA ABSOLUTAMENTE NADA QUE LHE PROVOQUE ALÍVIO/POR MAIS IMPOSSÍVEL QUE POSSA PARECER A AFLIÇÃO E A ANSIEDADE IRÃO PASSAR COM O TEMPO/BASTA NÃO FAZER NADA E A AFLIÇÃO E A ANSIEDADE IRÁ PASSAR COM O TEMPO/NÃO DÊ IMPORTÂNCIA A ESTA DOENÇA/NÃO DÊ IMPORTÂNCIA A MALES IMAGINADOS/RESISTA SEMPRE AOS IMPULSOS/E AQUI VAI A REGRA "GERAL" PARA EXTERMINAR DE VEZ COM ESTA DOENÇA DA SUA VIDA:VOCÊ DEVE FAZER EXATAMENTE O CONTRÁRIO DAQUILO QUE VOCÊ ESTAVA ACOSTUMADO A FAZER,EXATAMENTE O CONTRÁRIO DAQUILO QUE LHE PROVOCAVA ALÍVIO.SEI QUE É RUIM SENTIR AFLIÇÃO ,ANSIEDADE,PORÉM,NÓS DEVEMOS SUPORTAR COM TODA FORÇA,POIS QUANDO VOCÊ GALGAR TUDO ISSO ,LÁ NA FRENTE VOCÊ VAI SORRIR E PENSAR MEU DEUS QUANTA BESTEIRA É ESTA DOENÇA!!!PEÇA A AJUDA DE DEUS,PEÇA PARA ELE TE ILUMINAR TE DAR FORÇAS,CORAGEM!!!ESPERO TER AJUDADO E SOBRETUDO NÃO DESISTA!!!UM FORTE ABRAÇO A TODOS!

    ResponderExcluir
  25. sofro de ansiedade com o toc,necessito contar várias vezes dinheiro,objetos,qualquer coisa que eu penso que pode dar errado,verifico números,portas,janelas,torneira do gás,e o pior de tudo e mais assustador que muitas vezes sei que o gás está fechado a torneirinha,mas mesmo assim preciso verificar,toco nos botões do fogão para ver se estão desligados e sempre estou vendo que estão desligados,e isso são várias vezes por dia,às vezes tenho também a sensação de que vai vir alguém por trás de mim,e vai me sufocar,ou me matar,isto é terrível,não tenho muita segurança nas tarefas que realizo,e tenho muita lentidão ao realizá-las,volto a fazer várias vezes tudo de novo,isso me gera muita ansiedade e fico deprimida,porque eu não queria ser insegura assim,e gostaria de ser normal,fico muito nervosa e irritada,as vezes penso que eu deveria morrer,já que não consigo me livrar de tudo isso.

    ResponderExcluir
  26. Olá, sou G. E gostei muito do blog por conter depoimentos de portadores de T.O.C., pois a grande maioria do material sobre o transtorno possui uma linguagem muito técnica. Bem vamos ao meu problema: comecei a perceber esses pensamentos fantasiosos com 19 anos, um certo dia estava frustrado com minha vida amorosa, cheguei em casa, tirei meus sapatos coloquei no chão ao lado direito do guarda-roupas, depois entrei na Internet e conversei bastante com o menino de quem eu gostava, e por incrível que pareça, as coisas fluíram, imediatamente eu relacionei o fato de colocar os sapatos naquele lugar. Hoje estou com 25 anos e já passei por muito sofrimento por conta desses rituais, já fui em uma psiquiatra, mas não quis halopatia, não gosto dessas terapias medicamentosas, hoje em dia tento barrar algumas manias, mas algumas delas não consigo deixar de fazer, meu T.O.C. Não "permite" que eu ouça determinadas musicas, sempre devo ouvir as mesmas e na mesma ordem, tenho roupas que não posso usar, na Internet tem sites que não posso acessar, tudo tem uma ordem, até para tomar um simples banho, alguns rituais consigo quebrar, e quando isso acontece, sinto muita ansiedade, uma espécie de ataque de pânico, mas dura em torno de 20 a 40 minutos se eu consigo chegar ao fim, fico muito feliz e me da força para tentar dar fim em outras manias, mas quando não consigo, fico frustrado e acabo por me encher de novas manias! É muito triste isso, e os medos que passam pela minha cabeça na hora de realizar meus rituais são os mais diversos, tipo ficar doente, perder meus amigos, ficar sem dinheiro, perder inteligência, entre outros tantos. Espero algum dia conseguir romper de vez, voltar a ser como eu era aos 18 anos, sem manias, sem perder horas fazendo coisas tão rotineiras. Obrigado pelo espaço

    ResponderExcluir
  27. TOC, para enfrentar o TOC não basta remédios controlados, Psicólogos, Psiquiatras, tem que ter coragem, é uma força que se instala dentro do seu EU, sem a sua permissão. Comanda e quer comandar suas ações, põe em choque todos os seus preceitos de vida, questionamentos e razão da vida. TOC é uma desgraça para o ser humano, a cura está em você, ou seja, é de dentro para fora e não de fora para dentro. Entendam se estiverem preparados para entender.Temos que parar com demagogias e entender que é uma doença gravíssima. A medicina não encontrou a cura para isso, e dificilmente irá encontrar. abs.

    ResponderExcluir
  28. Pessoal, fico muito feliz em poder ter ajudado vocês de alguma forma. O Blog é meu, porém não consigo mais ter acesso, pois perdi a senha e não consigo recuperar. :( Abraços!

    ResponderExcluir
  29. bom dia,gostaria de conversar com alguem que ja tenha colocado seu depoimento nessa pagina.pois gostariamos de saber mais sobre o assunto ...uma doenca conhecida porem pouco psquisada...pessoal de imediato quero deixar claro que escolhemos esse tema em nosso trabalho na faculdade,nao por achar algo bizarro a ponto d querer ganhar uma alta pontuaçao em um trabalho de universidade e sim em mostrar ou ate concientizar sobre este assunto.
    Gostei muito sobre o que li nesta pagina mais gostaria de saber como é a rotina pois sei que todos vcs tem vida social alguns estudam e outros trabalham e querendo ou nao é uma barra pra todos que sofrem disso.Na internet encontramos pesquisas que realmente nos ajudam mais nao nos fazem por em seus lugares a ponto de imagiinar como é vivenciar isso.
    Por isso desde de ja agradeco e peco a ajuda de vcs meu email:camylla.kndl@hotmail.com
    fone:(11)4186-4641 ou (11)966969219 (oi)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila Vc já conseguiu fazer o trabalho? Eu que fiz o Blog
      laisvaleria@hotmail.com

      Excluir
  30. Começei com toc aos 16 anos,mania de procurar as coisas,sapatos,roupas etc,depois de contar as coisas por um tempo sumiu,depois voltava cada vez diferente,as vezes penso q to loka tenho 2 filhos e os amo D+.to passando pr uma faze muito dificil muita angustia ansiedade tentando lembra de detalhes de coisas do passado os pensamentos invadem,me levam a chora.hj tenho 32 anos e decide procura ajuda não da mais pra vive assim!!

    ResponderExcluir
  31. tenho 33 anos,e desde os 14,sofro com essa doença terrível,acreditem,achava que por ter feito a brincadeira do compasso,tinha um espirito me atormentando,somente esse ano tiv lllllllll e coragem de me abrir com o médico,antes tomava lítio,achava que tinha transtorno bipolar,mais na verdade,sofro de TOC,
    gente isso icomoda muito,converssava com as pessoas,e enquanto elas não repetisse o q queria ouvir não sussegava.vc vive literalmente escravizada,se vc sofre disso procure psiquiatra,a medicação me ajudou muito,hj vivo com isso,mais bem mais controlada,espero q tenha ajudado,boa sorte a todos.

    ResponderExcluir
  32. sofro de toc há 20 anos tento me relacionar amorosamente e não consigo,pois fico muito ansiosa e fico muito mal. Procurei ajuda psiquiátrica e o médico me receitou prozac e axonium( este ultimo medicamento estou com medo de tomar, pois tem muitos efeitos prejudiciais a saúde). Não consigo me relacionar socialmente e isso me traz grande sofrimento.

    ResponderExcluir
  33. Olá!
    Bem, sofro da mesma coisa que vocês. Isso já a mto tempo. Há dias que me sinto melhor, porém, há dias que fica mto difícil, meu TOC aumenta demais, acho que vou ficar louco. Ainda não procurei ajuda médica, mas gostaria mto de conversar com outras pessoas que sofrem desse mau.
    Sou casado, tenho 45 anos, mas nunca toquei nesse assunto com minha esposa, acho que se conversar com outras pessoas que tenham TOC irá ser mais fácil, e quem sabe não nos ajudaremos.

    ResponderExcluir
  34. Oi,
    Também tenho o toc.

    ResponderExcluir
  35. Descobri que tenho o toc.
    Sofro com esses pensamentos que não saem da minha cabeça.
    Quando eu era criança os sintomas começaram a se manifestar e pararam do nada.
    Depois aos 22 anos eles voltaram com mais força.
    procurei ajuda na psiquiatria e tive melhoras.
    Mas logo parei com a medicação, e os sintomas voltaram.
    Vou dar um exemplo dos sintomas:Quando fico frente a frente com uma mulher, tenho medo que ela note em mim um olhar de cobiça involuntário. Fico muito constrangido, pois não tenho essas intenções de cobiça-las, pois sou bem casado e amo minha querida esposa.Até mesmo mulheres idosas os pensamentos continuam. As mulheres notam meu constrangimento. Isso tem atrapalhado minha vida social, intelectual e profissional.Sempre que posso evito o contado social.Vou contar mais um caso que aconteceu comigo.
    No velório do meu pai, estava muito triste e melancólico; mas os pensamento surgiram com muita força, fiquei com medo de sorrir quando as pessoas vinha me da os pêsames.
    Ficava tão constrangido com esses pensamentos que nem prestei atenção no velório do meu querido papai.

    ResponderExcluir
  36. Continuação: Ao ver os relatos de outras pessoas fiquei espantado , pensei comigo mesmo:" não estou sozinho nesta luta", vamos vencer o toc. Vou procurar ajuda novamente, pois encontrei muita força através de pessoas que são pessoas como eu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, assim como vcs eu tb estou nessa luta... sofro de toc á 8 anos , já busquei ajuda médica, mas parei de tomar medicamentos pois esses me davam muita tontura e dores de cabeça. Tenho pensamentos horriveis em relação a morte, violencia e religião. Sofro muito, todos os dias eu luto tentando não sentir essa ansiedade do Toc e tentando não ter pensamentos ruins, mas eles sempre aparecem. Pra aliviar esses pensamentos, eu tenho q me isolar em algum lugar, ficar sozinha e começo a pensar repetidamente frases (sempre as mesmas ) penso milhares de vezes as mesmas frases , até me sentir aliviada. Não aguento mais esse estranho na minha vida. Não consigo ser feliz... Só Deus para nos ajudar.

      Excluir
  37. Continuando:Muitos dos pensamentos que tive na infância, não são os pensamentos que hoje tenho, mas lembro-me que me traziam bastante sofrimento.Lembro-me, que em alguns casos, que aonde eu tocava com uma das mão, tinha que tocar com à outra..Lembro-me que as vezes realizando algumas das necessidades fisiológicas, na privada do banheiro, surgia pensamentos com imagens de pessoas que amo muito, como se essas pessoas estivessem dentro da privada e recebiam as fezes e urinas que caíam.Só em me recordar meus olhos enche-se de lágrimas...
    Hoje estou com 39 anos.Ainda sofro muito com esses pensamentos ou ideias obsessivas que me trazem muito sofrimento.Gostaria de me aprofundar um pouco mais nos sintomas que sinto atualmente.Quando converso com mulheres os pensamentos invadem minha cabeça e o medo e ansiedade tomam conta de minha mente.
    Só o fato de estar conversando com uma mulher, e elas notarem ou acharem que estou olhando para seus seios ou as partes íntimas, me deixa tão constrangido que o nervosismo e medo logo é percebido no meu olhar.Então evito focar os meus olhares em seus decotes e partes intimas.Pois sempre guando os pensamentos invadem minha mente, procuro fazer o oposto dos pensamentos.Então evito focar o olhar em seus seios e partes íntimas.Minha vida é um inferno, imagine conversar com alguém, preocupado-se nesses aspectos...

    ResponderExcluir
  38. estou desesperado estou dando este depoimento pois estou com muito medo os medicos falam que tenho toc mas eu tenho medo que nao seja isto me da uma angustia muito grande eu tenho pensamentos horriveis com a pessoa que eu mais amo tenho vontade de agretir ela as vezes e desejo mal a ela e sinto raiva as vezes dela isto me deixa muito triste depois da uma culpa horrivel e um medo muito grante de que aconteça o que pensei o que desejei mas eu nao quero que aconteça nada com esta pessoa e nem com nenquem mas nao sei o porque tenho estes pensamentos e vontades raiva isto e horrivel nao consigo vive minha vida e um inferno sofro muito preciso de ajuda estou me tratando tomo remedio faço terapia mas o que me deixa preoculpado e que nao encontro ninquem com sintomas parecido com o meu tenho medo de que nao e toc e te que eu nao amo eata pessoa isto me deixa desesperado pois eu nao vivo sem esta pessoa porque acontece isto comigo si alquem ai tiver sintomas parecido com o meu ou saber que isto e toc por favor deixe seu comentario ou depoimento preciso te ajuda que deus ajude todos nos que temos estes probremas pisicologicos eos que tem outras doenças. obrigado fiquem dos com deus que ele nos abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é toc querido, tenha certeza. A melhor coisa á fazer é assumir a doença. Eu te entendo. Eu tb tenho toc á 8 anos e tenho pensamentos horriveis com as pessoas q eu mais amo. Pensamentos de violencia e morte, e isso esta acabando comigo. Pra aliviar esses pensamentos , eu tenho q pensar repetidamente em algumas frases sabe... e isso é horrivel, um pesadelo,pois eu tenho q ficar sozinha pra pensar essas coisas e as vezes não consigo esse momento de ficar sozinha , aí uma angustia ,uma ansiedade e uma tristeza enorme ocupam todas as hrs do meu dia. Já não sei o q fazer . Que Deus nos ajude. Melhoras pra ti.

      Excluir
  39. continuando . que ria falar mas uma coisa gostaria de falar com alquem que tem este transtorno toc vamos nos uni e um ajuda o outro mi ajude descobri que isto e toc por favor obrigado.

    ResponderExcluir
  40. alguem ja pensou o dia inteiro porque esta pensando tal coisa.sem conseguir se concentrar em outra ´´se eu penso em tomar banho porque eu não posso me desligar desse pensamento,e tomar banho se perseber o que estou pensando. me ajude alguem ja passou por essa tortura

    ResponderExcluir
  41. O TOC é um fantasma que tenta nos dominar...temos que enfrentar nossos medos e acreditar que nada vai acontecer se deixarmos de seguir os rituais...temos que ter força e acredito que o único remédio está dentro de nós mesmos...é enfrentar nossos medos..crer que DEUS é maior e jamais vai nos punir . Bjs a todos.

    ResponderExcluir
  42. Tenho 13 anos, sei que sou bem novinha ainda mais ja tenho TOC faz tempo, sofro muito com isso, vou no psicologo mais nunca tive coragem o suficiente pra falar sobre isso, tentei falar com uns dois amigos meus, mais não adianta,como já disseram nos comentários quem não tem isso não sabe como é tão ruim. Minha mãe já sabe que eu tenho toc, mais ela acha que não é nada grave, até porque não falei o quanto isso me incomoda muito, tem gente que zoa, mais não sabe a dor que isso faz, ter que repetir quase tudo que faz no dia a dia, se eu não repetir eu sinto uma falta de ar, vem pensamentos de que alguem vai morrer, e essas coisas, quando eu to andando pela casa mesmo, eu tenho que voltar no lugar onde eu tava e dar os mesmos passos que dei antes, não sei quantas vezes, até na escola é isso, tento disfarçar mais é dificil demais, já me peguei chorando por causa disso. Vi o preço do remédio, é mais de 100 reais, impossível assim. Enfim, é muito dificil mesmo conviver com TOC, e a coragem pra falar com as pessoas sobre isso? eu não tenho :/ se esse remedio for o unico tratamento.. Não conheço ninguem tipo da escola, familia.. que tenha toc, então se sentindo sozinha com isso sem saber como falar sobre isso para os outros é mt ruim, espero consiguir pelo menos um tratamento .. ;/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho 16 anos.
      Cara seus sintomas é muito parecido com o meu.
      Eu também fico repetindo tudo que vou fazer.
      Fiquei emprecionado como seus sintomas se parecem com o meu.
      Eu fico repetindo no momento que acordo ate no momento que vou dormi.O dia todo.

      Você não deve ligar para as pessoas que te zoa por causa disso.As pessoas támbem me perguntava se eu era maluco,mas quando isso acontecer você não deve da confiaça.

      O melhor que você faz é contar para seu psicologo.
      Eu também tenho vergonha,até hoje não procurei ajuda.Sei como isso é dificil.

      Excluir
    2. meu email é simone.calmeida@yahoo.com.br, passo por esses transtornos se quiser falar comigo me mande um email se vç tem Skype de manda o endereço que eu te adiciono

      Excluir
  43. Tenho toc ,mas ninguem sabe.
    Não vou me trata porque tenho vergonha de fala no assunto.
    Não tenho coragem de contar para as pessoas.

    Quando vou fazer alguma coisa fico repetindo varias vezes.
    Ex:abro e fecho a porta varias vezes,apago a luz varias vezes,
    escovo os dentes varias vezes,repito palavras varias vezes,etc...

    Hoje abrii e fechei a porta do espelho do banheiro 56 vezes.

    Sinto muita raiva o dia todo.
    Isso atrapalha muito minha vida.
    Eu tento me controlar mas não consigo.
    As vezes fico com tanta raiva que começo a quebra tudo.
    Algumas pessoas ja me perguntaram se eu sou maluco,mas eu tento desfarça.

    Lembro aos 8 anos eu ja fazia isso,só que agora ficou pior.
    No momento que acordo ja começa.
    Quando vou abrir o olho para acorda eu abro e fecho varias vezes.É o dia todo assim.Fico repetindo tudo que faço.

    Sempre acho que vou consiguir me controla,mas quando vejo ja estou fazendo denovo.

    Derrepente vejo imagens ruins,e tenho pensamentos ruins,não consigo controlar meus pensamentos.
    Isso atrapalha as vezes na hora de estudar.
    Tento estudar mas não consigo por causa dos pensamentos que não consigo controlar.

    ResponderExcluir
  44. Eu tenho/tinha TOC estou em tratamento, também tinha vergonha de falar para minha familia, teve um ponto em que cheguei a ficar sem comer direito. Minha mãe insistiu insistiu até que eu escrevir em um papel falando que tinha TOC entao nois fomos atrás de ajuda e estou tomando remédio... Eu ficava repetindo a oração, era complicado teve vez que ficava acordado de madrugada rezando, mas hoje estou bem graças a Deus. Apesar de ser dificil busquem contar para a sua família ou alguém próximo a você para te ajudarem...

    ResponderExcluir
  45. Eu tenho toc, e descobri recentemente observando alguns depoimentos de pessoas com esse problema. Além de situações como não deixar a porta do guarda roupa ou gavetas abertas por achar que isso poderia me fazer mal como trazer mal agouro, ou atrair a morte; tenho agora me perturbado muito em relação ao lugar que eu me sento, principalmente em lugares públicos ou comunitários, como o mesmo banco e lugar da igreja(pois me faz pensar que não estou participando direito se sentar no fundo), os primeiros lugares do fretado da empresa(pois acho que na hora de descer no meu ponto eu vou tropeçar e cair), ou no mesmo lugar no sofá de casa(pois acho que em outro lugar não vou ouvir e ver direito a programação). Isso está me deixando muito ansiosa, pois tenho percebido que principalmente em relação ao fretado, já está tirando a minha paz. Procuro sair correndo do serviço no fim do expediente para chegar antes da maioria das pessoas pra sentar nos primeiros bancos. O que me influencia mais, é que devido ao trajeto, eu sou umas das primeiras a descer, então acho mais fácil de levantar se já estou perto da porta. Só que estou ficando ansiosa de manhã pra ir trabalhar, pois nesse caso sou uma das últimas a entrar no ônibus, o que me obriga a procurar lugares mais para trás. Li aqui diversos depoimentos, e vou procurar seguir o conselho de tentar lutar contra isso, pois já tomo remédio para ansiedade, de tanta que tenho, não consigo dormir a noite e isso é muito exaustivo.
    Tenho rezado a Deus para me ajudar, pois preciso de paz.

    ResponderExcluir
  46. Gostei dos depoimentos... minha filha tem todos os sintomas de TOC e tbm disturbio Bipolar... confesso que fiquei triste com o diagnostico. Ela tem 16 anos, e estamos enfrentando juntas esse transtorno, porem, tenho que estar sempre vistoriando se toma a medicaçao e isso me deixa muito aborrecida... Procurei ajuda profissional logo apos uma crise de panico que teve numa manha. Chegando na emergencia, o medico me aconselhou a procurar ajuda de profissionais. Marquei primeiro sessao com psicologa e depois, psiquiatra. Ja estamos no terceiro psiquiatra, este particular, mas que estou vendo avanços significativos... sei que o tratamento e demorado. No que depender de mim, farei o possivel para que seja uma adulta feliz!!

    ResponderExcluir
  47. Tbm gostaria de manter ctt por email com pacientes que estao em tratamento... saber dicas... trocar informaçoes... meu email e bentesab@hotmail.com

    ResponderExcluir
  48. Olá, gostaria de oferecer um texto do meu projeto de auto ajuda, através do meu Blog. Espero que ajude. Valeu. http://deondeparei.blogspot.com.br/2014/03/transtornos-psiquiatricos-e-problemas.html

    ResponderExcluir